Que é a vida então?

Se não a expectativa da morte, que um dia chegará.

Que não tem dia e nem tem hora, mas sabemos estará lá!

Que é a morte então?

Se não a certeza única do futuro incerto?

Encarar, recuar, seguir ou parar.

Há tanta dúvida que paira no ar.

Enquanto vivemos, porém,

Sorrimos, choramos,

Glorificamos, sofremos,

Agradecemos!

Há hoje uma possibilidade única: Viver.

Um encontro, um afago,

Uma palavra, uma chegada,

Um sol, um brilhar,

No meu lugar, no seu lugar, no nosso lugar.

No lugar certo, cheio de sentido

Na presença do ser e do estar

Onde nos encontramos, onde vivemos,

Onde apenas somos em liberdade

Nossos próprios condutores.

Na certeza do fim, a certeza do hoje, simplesmente o melhor.

--

--

Sim, eu cheguei

E olhei

Para trás

Abençoei

Cada passo

Cada momento

Cada realização

Cada topo e cada convés onde estive.

Uma certeza acalmou meu coração.

E aqui estou

Realizada

Emocionada

Concreta

Certa

Consciente de ser quem sou.

Posso agora, então

Contemplar o infinito do horizonte

E enxergar as minhas possibilidades.

Ei, senhora gaivota, espere por mim!

Voar não é meu destino já que asas não tenho.

Mas meus pensamentos são incontáveis.

--

--

Debora Torres (Career and Care)

Debora Torres (Career and Care)

Psicoterapeuta, Logoterapeuta, Apaixonada por indivíduos, Humana, Sorridente, Tornando cada dia melhor